=10ª, 11ª e 12ª Estações=

DÉCIMA ESTAÇÃO

"JESUS É DESPOJADO DE SUAS VESTES"

Chegando ao Gólgota, os soldados O empurraram contra o solo e tiraram as Suas roupas, rasgando a veste íntima em quatro partes e depois, lançaram sorte sobre a túnica, que era inteiriça, para ver quem ficaria com ela.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 Chegando ao Calvário, os soldados O deixaram inteiramente nu antes de pregá-LO na Cruz. Por uma questão de respeito ao SENHOR, a partir do século VI, os pintores e escultores ao reproduzirem a imagem de JESUS Crucificado, apresentam-NO com um tecido branco envolvendo a cintura.

 A maldade e o desejo de explorar os outros tornam as pessoas insaciáveis. JESUS só tinha a roupa do Corpo e até isto arrancaram DELE.

 A violência do Calvário continua nas cidades e nos campos de nosso Brasil. E as vítimas estão em todos os lugares: pessoas passando fome, crianças abandonadas, assaltos e assassinatos que vão manchando de sangue o solo brasileiro.

 Feliz quem segue o caminho do SENHOR e observa os seus ensinamentos. Este será abençoado e protegido pela graça Divina, recebendo como recompensa a Vida Eterna.

CANTO:

Das suas vestes despojado/ Todo chagado e pisado/ Eu vos vejo, meu JESUS/ Eu vos vejo, meu JESUS.

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.

 

 

DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO

"JESUS É PREGADO NA CRUZ"

Simão, o Cirineu, deixou a Cruz próximo a JESUS enquanto os soldados romanos crucificavam os dois ladrões. Depois vieram até ELE. Deitaram-NO sobre o madeiro e com violência pregaram a mão direita, enfiando um cravo de ferro que penetrando em sua carne rasgou o tecido, atravessou o pulso e se fixou na Cruz, enquanto o sangue jorrou pelo rompimento das veias e vasos sanguíneos dilacerados pela brusca penetração. Do mesmo modo, com força e brutalidade, pregaram a mão esquerda e também ambos os pés, um sobre o outro, o pé direito encima do esquerdo, atravessados com um único cravo. Agora ELE estava definitivamente pregado à Cruz.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 JESUS foi pregado na Cruz e elevado da terra; junto DELE foram crucificados dois malfeitores, Dimas e Germa, um à sua direita e outro à sua esquerda.

 Um dos malfeitores pedia a JESUS: "SENHOR, lembra-te de mim quando vieres com teu Reino". JESUS respondeu: "Em verdade EU te digo, hoje estarás comigo no Paraíso" . (Lc 23, 42-43)

 JESUS sabia que a morte não era o fim. ELE sabia que era apenas uma passagem para a Vida Eterna na casa de DEUS PAI. Toda pessoa que se arrepende de suas faltas e se volta para o CRIADOR, ainda que seja na última hora, poderá receber o perdão Divino e ser acolhida no Céu.

 Livrai-nos SENHOR, da vereda dos maus. Mostrai-nos a vossa misericórdia e guiai os nossos passos pelos caminhos que conduzem à Eternidade.

CANTO:

Sois por mim na Cruz pregado,/ Insultado, blasfemado,/ Com cegueira e com furor./Com cegueira e com furor.

Pela VIRGEM dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.

 

 

DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO

"JESUS MORRE NA CRUZ"

A respiração do SENHOR estava ofegante... Com dificuldade conseguia firmar os pés apoiando-os no cravo de ferro que os prendiam, para elevar o Corpo e poder respirar. Sofre o REDENTOR por causa de nossos muitos pecados e morre na Cruz! Nuvens pesadas envolveram o firmamento e a terra cobriu-se de trevas, acontecendo fortes tremores, fendendo-se as rochas, abrindo muitos túmulos dos quais ressuscitaram corpos de justos, ao mesmo tempo em que o véu do Templo judeu rasgou-se ao meio, de cima a baixo, sem qualquer intervenção humana. O SENHOR entregava o seu ESPÍRITO ao PAI ETERNO.

 Nós vos adoramos SENHOR JESUS e vos bendizemos! ( Ajoelhar)

 Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo! ( Levantar)

 Perto da Cruz estavam a MÃE de JESUS e a irmã dela, e também Maria Madalena e Maria mulher de Cleófas. Quando JESUS viu sua MÃE ao lado do Discípulo que ELE amava, lhe disse:

 "Mulher, eis o teu filho! (Jo 19, 26)

 Em seguida, olhando para João Evangelista, disse:

 "Eis a tua Mãe!" ( Esta foi a última Vontade do Redentor, o último capítulo do Divino Testamento. Para nós, sem dúvida, foi uma grande surpresa, um presente o mais amado e o melhor de todos, afinal. Aquele Discípulo representava todas as pessoas, a humanidade inteira, inclusive cada um de nós. JESUS nos deu a sua MÃE para ser também a MÃE Espiritual de toda humanidade, a nossa preciosa Mãe que intercede a nosso favor em todas as nossas necessidades).

 Quando JESUS viu que tudo estava terminado, ELE gritou bem alto:

 "PAI, em tuas mãos entrego o Meu ESPÍRITO". (Lc 23, 46)

  Depois de dizer isso, baixou a cabeça e morreu!

Todos de joelhos. Momento de silêncio e oração interior.

 A Bíblia não fala o nome do Discípulo que estava ao lado de NOSSA SENHORA. É uma maneira de mostrar que naquele Discípulo está a imagem de todas as gerações, a humanidade inteira. Assim, o que JESUS disse a ele, está dizendo a cada um de nós: Filhos, aí está a Mãe de vocês! A partir daquele momento, NOSSA SENHORA tornou-se a Mãe da Igreja, a Mãe de todos os cristãos, a Mãe de todos nós.

 Ave Maria, cheia de graças, o SENHOR é convosco, bendita sóis vós entre as mulheres e bendito o fruto de vosso ventre, JESUS. Santa Maria, MÃE DE DEUS, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

CANTO:

Meu JESUS por nós morrestes!/ Por nós todos padecestes,/ Oh! que grande é Vossa dor!/ Oh! que grande é Vossa dor!

Pela Virgem dolorosa/ Vossa MÃE tão piedosa/ Perdoai ó meu JESUS/ Perdoai ó meu JESUS.

 

 Próxima Estação

  Estação Anterior

 Retorna ao Índice