“A VIRGEM QUER O DOGMA”

 

 

NOSSA MÃE SANTÍSSIMA EXPLICA

Em Fevereiro de 1952, a vidente senhora Ida revelou: “A SENHORA” apareceu novamente bem perto de mim, e disse: “Diga ao mundo que à hora chegou. O mundo deve saber que EU vim como A SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES. Por isso mesmo, desejo que Minhas Palavras cheguem ao Papa, pois estas palavras são para ele. É como Co-Redentora e Medianeira que EU venho. Diga aos teólogos e ao povo para interpretar bem a Minha mensagem objetivando compreendê-la. O SENHOR JESUS CRISTO trouxe a Igreja e a Cruz como um dom de NOSSO SENHOR e CRIADOR. A Igreja é, e continua ser a Mesma. NOSSO SENHOR deseja a gratidão das criaturas. A Igreja é a Comunidade dos Povos, que devem adorar e honrar NOSSO SENHOR e CRIADOR, o PAI, o FILHO e o ESPÍRITO SANTO. Todos que pertencem a uma Comunidade devem fazer com que a Igreja permaneça e cresça”.

Em Março de 1953 NOSSA SENHORA disse: “À hora chegou... O mundo deve saber que EU vim como A SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES, com o objetivo de ajudar o mundo a crescer e a se desenvolver, segundo a Vontade de DEUS”.

NOSSA SENHORA explica e insiste: “O mundo não será salvo pela força, mas pelo ESPÍRITO. Por isso mesmo, Todos devem rezar aquela Oração, que é uma prece de suplica ao ESPÍRITO. Asseguro-lhe que o mundo vai mudar. Façam a Minha Oração para que o ESPÍRITO SANTO realmente venha”.

 

CO-REDEMTORA E MEDIANEIRA

“Eu vim ao mundo como Co-Redentora e Medianeira. Fui Co-Redentora a partir do momento em que o Arcanjo Gabriel fez a “Anunciação”. Como a “Anunciação” foi uma determinação da “Vontade do PAI ETERNO”, significa: a MÃE foi constituída Co-Redentora, pela suprema Vontade do PAI ETERNO. Diga aos teólogos que esse é o dogma”.

 

ANUNCIANDO A VINDA DO ESPÍRITO SANTO

Entre 31 de Maio de 1954 a 31 de Maio de 1959, ocorreu à terceira fase das Aparições. Mais tarde, a data de 31 de Maio se tornou associada à Festa da “SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES”. Em 31 de Maio de 1954 o Papa Pio XII estabeleceu a Festa da “RAINHA MARIA” ou também denominada de “NOSSA SENHORA RAINHA”. Mas desde 1969 a data permaneceu reservada a “Visitação de MARIA a Sua Prima Isabel”. Aconteceram somente sete Aparições nesta fase. Em 31 de Maio de 1955 a VIRGEM MARIA confirmou: “Vim para expulsar Satanás e anunciar a vinda do ESPÍRITO SANTO em plenitude. Por isso rezem com frequência a Oração que lhes ensinei”.

 

FINAL DAS APARIÇÕES

Em 19 de Fevereiro de 1959, NOSSA SENHORA predisse a data de falecimento do Papa Pio XII (em Outubro). Nesta terceira fase também aconteceu uma notável experiência da senhora Ida na Sagrada Eucaristia, durante a Santa Missa. E concluindo o ciclo das Aparições, no dia 31 de Maio de 1959, praticamente encerrou as visitas da “SENHORA DE TODOS OS POVOS”. Todavia, desta data até 1980 e 1982, a senhora Ida ainda teve algumas experiências espirituais, ouvindo a voz de NOSSA SENHORA com mensagens ocasionais.

As Aparições e Mensagens de NOSSA SENHORA oficialmente terminaram no dia 31 de Maio de 1959. Na última Aparição ocorrida na data mencionada, Ida teve a visão de uma linda e grande Hóstia Consagrada, da qual espargia uma grande quantidade de luz, enquanto uma voz dizia:“Quem ME Come e Bebe tem Vida Eterna e recebe o verdadeiro ESPÍRITO SANTO”.

 

PEQUENAS EXPERIÊNCIAS

Na realidade, porém, essa não foi à última experiência mística da senhora Ida. Tempos depois, ela teve visões de JESUS e mensagens curtas que foram enviadas por ELE. Durante 25 anos ela teve “pequenas experiências místicas” , em que a maioria delas aconteceu na Capela durante a Sagrada Comunhão. Esta realidade se estendeu até o ano 1984.

A vidente Ida foi também, ao longo dos anos, desde a juventude até os últimos anos de vida, alvo de numerosos e abomináveis ataques demoníacos. Suportou tudo pacientemente, sendo absolutamente fiel a missão que a SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA havia lhe anunciado.

A senhora ISLE (Ida) JOHANNA PEERDEMAN ao longo da sua existência sempre aceitou pacientemente a dor de ser ridicularizada por pessoas, também através dos meios de comunicação, inclusive chamando-a de louca. Ela se mantinha silenciosa, sem qualquer tipo de reação, revelando-se completamente indiferente a aquelas calunias e críticas. Nem mesmo os amigos e parentes perceberam o martírio físico e espiritual que durante anos, ela suportou silenciosamente, sem nenhuma revolta ou reclamação.

 

VENERAÇÃO PÚBLICA A SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES

A senhora Ida adoeceu com câncer de mama, mas devido ao seu grande medo de Hospitais, passou por uma cirurgia nos últimos anos de vida. Também sofria do coração. Esses sofrimentos, unidos aos anteriores, seu silêncio e total passividade, sua espera tranquila e silenciosa e sua plena obediência, demonstraram a sua total adesão ao plano da SANTÍSSIMA MÃE DE DEUS.

NOSSA SENHORA prometeu à senhora Ida que ela não iria morrer antes de ver a veneração publica de mais um precioso titulo: "A SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES (OU DE TODOS OS POVOS)”. E de fato assim aconteceu. No dia 31 de Maio de 1996, o senhor Bispo de Amsterdam na Holanda, Dom Henrik Bomers e o seu Bispo Auxiliar Dom Josef Punt, aprovaram oficialmente a veneração da MÃE DE DEUS sob o titulo de “SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES (OU DE TODOS OS POVOS)”.

Na verdade, desde o dia 1º de Janeiro de 1996, que Ida sabia que sua morte ia ocorrer naquele ano. Ela estava rezando o Rosário, quando a voz de NOSSA SENHORA lhe revelou essa verdade: “Este é o seu último ano. Em breve vou levá-la ao MEU FILHO. Sua tarefa está concluída! Continue ouvindo MINHA voz!”

 

FUNDAÇÃO SENHORA DE TODOS OS POVOS

Na década de 70, a Fundação “SENHORA DE TODOS OS POVOS” tomou posse de um grande terreno em Diepenbrockstraat, a um preço praticamente simbólico. No terreno foi construída uma Capela em honra da “SENHORA DE TODOS OS POVOS (OU DE TODAS AS NAÇÕES)”, e ao lado uma Secretaria. No Altar da Capela está uma bonita pintura da “SENHORA DE TODOS OS POVOS (OU DE TODAS AS NAÇÕES)”. Nesse local, a senhora Ida Peerddeman passou os últimos anos da sua vida. Ao longo da sua existência, inclusive nos últimos anos, sofreu muitas críticas, a maioria absurdas e covardes, inclusive com as sistemáticas recusas das autoridades, que não acreditavam nas palavras dela. Já perto do fim, nos últimos meses de vida, a senhora Ida já não suportava mais nada, e até queria desaparecer, pois eram poucas as autoridades que concediam crédito às suas palavras. Até que finalmente Sua Excia. Reverendíssima Bispo Haarlem junto com seu Bispo Auxiliar, Bispo Punt autorizou o culto público da “SENHORA DE TODOS OS POVOS”, permitindo as pessoas crerem e a manifestarem sua experiência de crença nas Mensagens da "MÃE DE DEUS".

.

MORTE DA VIDENTE

A senhora Ida finalmente se alegrou e com muito prazer se manifestou: “Agora posso morrer em paz”. E isto verdadeiramente aconteceu no dia 17 de Junho de 1996 com quase completos 91 anos de idade. Na última Aparição NOSSA SENHORA lhe disse: “Adeus, vejo você no Céu”. O senhor Bispo Bomers determinou que o funeral da senhora Ida fosse realizado na Capela da “SENHORA DE TODOS OS POVOS”. Também, o senhor Bispo autorizou oficialmente a veneração pública da MÃE DE DEUS sob o titulo da “SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES (OU DE TODOS OS POVOS)”, e também deu a autorização “nihil obstat” sobre todas as mensagens de NOSSA SENHORA recebidas pela senhora Ida. Em 31 de Maio de 2002, o senhor Bispo Josef Marianus Punt de Haarlem, concluiu o período de investigação declarando oficialmente: “São reconhecidas as Aparições presenciadas pela senhora ISLE (Ida) JOHANNA PEERDEMAN como de origem sobrenatural”.

 

APÓS O RECONHECIMENTO OFICIAL DAS APARIÇÕES

A devoção foi cultivada com grande amor em muitas Nações, surgindo uma quantidade notável de imagens da “SENHORA DE TODAS AS NAÇÕES (OU DE TODOS OS POVOS)” , cada uma mais bonita que a outra, em todas as partes de planeta. É assim que também surgiram no comercio Japonês em diversas cidades, imagens da “MÃE DE DEUS”, referentes à nova devoção oficialmente autorizada. Uma imagem muito bonita possuía o Convento do Instituto das Servas da Eucaristia no Japão, pertencente à Diocese de AKITA, Convento construído no alto de uma colina distante da cidade. A Capela do Convento possui uma linda imagem da “SENHORA DE TODOS OS POVOS” que no ano de 1981, nos meses de Julho a Setembro, derramou preciosas e sentidas lágrimas com poucas paralisações, durante 101 dias. O acontecimento extraordinário e admirável, atraiu a atenção do mundo, pois foi presenciado pelos cristãos, por organizações religiosas que filmaram minuciosamente, pelos técnicos de laboratórios especializados que colheram as lágrimas várias vezes para exames, e por muitas autoridades; civis, religiosas e militares. Inclusive, um técnico da equipe oficial esperou na Capela a imagem dar uma pausa na lacrimação. Assim que a imagem fez uma pausa, ele segurou-a e examinou-a minuciosamente por todos os lados. Nenhuma anormalidade. Com algodão enxugou as lágrimas que correram pela face e pelo corpo da imagem, e colocou-a respeitosamente no mesmo lugar. Uma linda imagem com aproximadamente 50 centímetros de altura, em madeira, e com traços bem naturais. Os exames revelaram o que todos nós sabemos: a imagem está perfeita e os exames laboratoriais das lágrimas atestaram serem lágrimas humanas. “A SENHORA DE TODOS OS POVOS”, “NOSSA MÃE SANTÍSSIMA”, estava verdadeiramente chorando, revelando tristeza e abandono! Mas porque a “MÃE DE DEUS” estava chorando?

ELA estava derramando sentidas e doloridas lágrimas, porque a humanidade é cruel, não atende as suplicas das orações que ELA faz, continuando a viver de maneira egoísta, vaidosa e audaciosa, afastando-se cada vez mais de DEUS. Ali ELA manifestava claramente, que não cabe no SAGRADO CORAÇÃO e na SANTA MENTE de NOSSA MÃE SANTÍSSIMA, aceitar que os seus filhos queridos fechassem os olhos ao DEUS DA VIDA e caminhássemos na prática do mal, sorrindo para satanás e seus asseclas!...

ELA chorava de verdade... Chorava porque deseja o nosso amor, a nossa fidelidade, porque deseja para todos nós uma vivência honesta, fervorosamente dedicada ao amor DIVINO, exercitando com respeito e dignidade o direito alheio, e cultivando uma vivência fraterna, harmoniosa e responsável, abrindo espaço sincero e fiel para uma plena dedicação ao SENHOR DEUS NOSSO CRIADOR.

E porque muitos da humanidade são frios e indiferentes, NOSSA MÃE SANTÍSSIMA, A SENHORA DE TODOS OS POVOS, derramava as suas preciosas e sentidas lágrimas em Akita, e em outros locais do mundo, numa profunda demonstração de tristeza, tentando fazer a humanidade compreender o amor supremo e a verdade da vida.

 

PRÓXIMA PÁGINA

PÁGINA ANTERIOR

RETORNA AO ÍNDICE