“MILAGRE COMPROVADO”

 

 

AS HÓSTIAS DO MILAGRE

 

Em 1922, o cardeal Tacci, acompanhado pelo arcebispo de Siena e quatro Bispos, examinou novamente as Hóstias Milagrosas. Como em todos os exames anteriores, elas se mostraram perfeitamente conservadas e com o sabor fresco. Outra investigação ocorreu em 1950, quando as Hóstias foram transferidas para um Deposito Especial bem mais elaborado e mais bonito. Nessa altura haviam 223 hóstias, as outras foram distribuídas em comunhão e utilizadas para degustação durante os vários exames.

Em 5 de agosto de 1951, outro roubo sacrílego ocorreu na Igreja de São Francisco envolvendo exatamente as mesmas Hóstias Milagrosas. Desta vez, porém, o ladrão levou apenas o precioso recipiente (o novo Cibório, que era um Deposito Especial), derramando as Hóstias no altar. O Arcebispo então colocou as Hóstias num Cibório de prata e o lacrou. No ano seguinte, o Arcebispo, na presença de várias testemunhas, tirou as Hóstias do Cibório, contou para conferir o número delas, examinou-as e mandou fotografá-las. A seguir as Hóstias foram hospedadas numa outra Bela Custódia especialmente construída para elas.

O exame mais recente das Hóstias Consagradas foi realizado em 2014, que incluiu investigação de superfície sob microscópio digital, determinação do nucleotídeo adenosina trifosfato (ATP), testes de cultura, etc. Ficou “absolutamente confirmado que as Hóstias permanecem inalteradas e livres de qualquer anormalidade ou decomposição”, num acontecimento contrário as leis da natureza, mas que, sobretudo prova que elas estão sob o domínio misericordioso de DEUS.

 

Duomo (Catedral) de Siena

 

Basílica de São Francisco

 

As 223 Hóstias Milagrosas estão preservadas até hoje na Igreja (hoje Basílica) de São Francisco, e são exibidas publicamente várias vezes por ano, inclusive no dia 17 de cada mês (porque foi o dia do mês em que o roubo foi descoberto pelos paroquianos). 

Anualmente na festa de Corpus Christi, as Hóstias no Cibório, são conduzidas em procissão pelas ruas de Siena.

Como se trata de uma inquestionável manifestação Divina é natural que deve existir em cada pessoa aquela vontade íntima e um grande desejo interior, unido a curiosidade de ver e conhecer estas Hóstias Consagradas. Assim sendo, se você tiver realmente a oportunidade de visitar a Itália, aproveite para ir também a Siena, a fim de apreciar mais este primoroso e belo milagre do SENHOR NOSSO DEUS.

PRÓXIMA PÁGINA

PÁGINA ANTERIOR

RETORNA AO ÍNDICE