O PAÍS - A Coréia do Sul foi formada em 1948, pela aprovação da Constituição Federal do Governo da Republica. Entretanto, de 1950 a 1953 enfrentou uma terrível e cruel guerra com a Coréia do Norte, uma abominável luta entre irmãos em busca do poder, que trouxe consequências desastrosas a população, barbaramente atacada e morta, causando luto e miséria em todo país.

A reconstrução foi lenta e pontilhada de revoluções políticas e sociais, numa economia baseada essencialmente na agricultura. Entretanto a partir de 1960 o país presenciou um crescimento industrial notável, com instalações de fábricas e indústrias provenientes de capitais do ocidente e também do Japão. Este acontecimento impulsionou e desenvolveu todos os setores: comercial, social, educacional, de saúde e inclusive o próprio setor industrial.

OS HABITANTES - Hoje a Coréia do Sul possui mais de 45 milhões de habitantes, numa faixa de terra menor que o Estado de Sergipe. E por causa da grande industrialização, aproximadamente 85% da população é urbana. Seul é a capital e possui mais de 10 milhões de habitantes.

Esta crescente industrialização forçou o povo a estudar e aprender, a se preocupar com a instrução, numa busca incessante pela melhoria dos conhecimentos, em virtude do mercado ter crescido e se tornado mais exigente e competitivo, só vencendo quem estivesse em condições de acompanhar a evolução, aperfeiçoando seus conhecimentos através de cursos técnicos e de especialização.

Acontece que esta preocupação obstinada pelo crescimento material, pelo pão farto de cada dia, não foi acompanhada pela necessária e imprescindível evolução espiritual, que dá equilíbrio e completa a existência das pessoas, fazendo com que tenham presente o valor da vida: como matéria e como espírito. Este fato refletiu diretamente no povo, mostrando que 80% da população coreana não tem qualquer tipo de religião, são ateus. Dos 20% restantes, aproximadamente 12,5% professam o budismo e 7,5% as demais crenças religiosas. O cristianismo católico não alcança 2%, ou seja, não atinge 1 milhão de cristãos católicos romanos.

MATERIALISMO E DESCRENÇA - Esta realidade facilitou o crescimento da heresia e primordialmente das perseguições aos cristãos, objetivando exterminá-los, porque segundo o pensamento da maioria: “Os cristãos são fanáticos que impõe um método de vida inaceitável, que cerceia a liberdade"... Também não acreditam e combatem os ensinamentos dos cristãos, o mistério que acontece na Santa Missa, e não aceitam a verdade de que DEUS está presente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade, na Hóstia e no Vinho Consagrados, dizendo tratar-se de "invenção diabólica" para "lavar a mente dos sectários".

Dessa forma, como acontecia em outras partes do mundo, a pressão contra a doutrina e a verdade cristã era muito grande, verdadeiramente insuportável. Por isso mesmo, a história universal guarda uma quantidade admirável de mártires coreanos, homens e mulheres que heroicamente souberam manter a fé cristã e foram mortos, regando com o seu sangue a terra de seu país, atraindo a misericórdia Divina sobre aqueles que permaneciam fieis ao SENHOR.

NOSSA REALIDADE - Este preâmbulo se faz necessário, na medida em que nós, aqui no ocidente tão distantes, presenciamos na atualidade uma transformação no viver do povo, que nos traz presente os erros cometidos pelos coreanos e também por outros países, que adotaram maneiras de viver inaceitáveis, porque são contrárias aos princípios da moral e do sentimento religioso da nação brasileira.

Ficamos preocupados pelo fato de vermos a progressão crescente do mal e como cristãos, acreditamos que somos todos irmãos, filhos do mesmo PAI ETERNO maravilhoso que nos permitiu viver para conhecê-LO e amá-LO. Por essa razão, decidimos ajudar de alguma forma e então, construímos este Site para descrever minuciosamente o que aconteceu e está acontecendo na Coréia. Aqui terão a oportunidade de ver a grandeza do clamor Divino, se revelando em plenitude, mostrando as dimensões incomensuráveis da Misericórdia de DEUS que quer o bem-estar e a salvação de todos os seus filhos. Entretanto, o comportamento Divino exige uma resposta contundente de todas as criaturas. Não é admissível, diante de tantos fatos e fenômenos extraordinários e admiráveis realizados pela providência Divina, as pessoas embora conhecendo as Manifestações Sobrenaturais, continuarem a viver indiferentes, se preocupando somente com o conforto pessoal, com as vantagens financeiras e todas as modalidades de prazeres. Não podemos ficar surdos e desligados da voz interior que aponta para razão e os mistérios da vida, num permanente convite ao cultivo do direito, da justiça e do amor fraterno. Os fenômenos que serão apresentados, e que constituem apenas uma parcela muito pequena dos fatos que aconteceram e acontecem em Naju, na Coréia do Sul, são demonstrações inquestionáveis da preocupação Divina em provar a Verdade Cristã. Eles realçam e confirmam o mistério eucarístico para o mundo inteiro, deixando as pessoas de todas as idades, leigos, padres, religiosos, irmãs, bispos e até Sua Santidade o Papa João Paulo II extasiados e repletos de admiração.

INVOCANDO O BOM SENSO - Pelas razões que mencionamos e pelo bom senso que habita o nosso espírito, esta apresentação só produzirá efeito, se na meditação sobre o conteúdo deste Site, a pessoa compreender que somente conhecer os fatos aqui descritos e permanecer no silêncio pessoal, não ajudará em nada ao extraordinário e surpreendente empenho do SENHOR em revelar a Verdade. Será importante e necessário a nossa manifestação de alguma forma, se acreditamos e temos fé em tudo que teremos a oportunidade de ver logo a seguir. E assim, devemos quebrar a inércia do comodismo e da preguiça espiritual, levando convicção aos parentes e amigos, recomendando que conheçam este Site, a fim de que também eles tenham a chance de viverem momentos sobrenaturais, em contato com os textos e fotos aqui apresentadas. E que também, busquem maiores informações sobre os fatos acontecidos, propiciando ajudar a sedimentar a Verdade Cristã no terreno fértil do seu espírito. Isto inundará o coração de todos, com uma alegria indizível e confortadora, porque, sobretudo, irá aproximá-los do CRIADOR. E dessa forma, terão o ensejo de serem beneficiados pela imensidão das graças que paternalmente o SENHOR derrama sobre todos os seus filhos, que procuram e buscam com confiança e amor, o seu inefável carinho e a sua tão poderosa proteção de PAI.

 

Retorna ao ÍndicePróxima Página