"EPÍLOGO" 

DOUTRINA - A União dos DOIS SAGRADOS CORAÇÕES ALIADOS NO AMOR se fundamenta em fatos revelados a luz do ESPÍRITO SANTO.
Na exposição a seguir resumimos o essencial :

O "CORAÇÃO DE JESUS" existe por um ato livre e espontâneo da vontade de MARIA, quando Ela manifestou o seu consentimento, o seu "Sim" que emanou da profundeza de seu Puríssimo CORAÇÃO, num gesto de reconhecimento, de agradecimento e apaixonado amor ao CRIADOR. (Lc 1,38)

O "CORAÇÃO DE JESUS" foi feito com a mesma carne do CORAÇÃO DE MARIA. Significa dizer que as propriedades e as qualidades humanas dos DOIS CORAÇÕES são absolutamente iguais. E "O VERBO se fez carne e habitou entre nós"... (Jo 1,14)

O "CORAÇÃO DE JESUS" foi nutrido pelo Sangue do CORAÇÃO DE SUA MÃE SANTÍSSIMA. Em outras palavras, o Sangue do SALVADOR que corajosamente derramou no alto de uma Cruz para lavar e purificar a alma da humanidade de todas as gerações, promana do Sangue que circula no CORAÇÃO DE MARIA.

O CORAÇÃO DE MARIA, é um CORAÇÃO DE MÃE ZELOSA, que sempre esteve junto do "CORAÇÃO DE JESUS": em Nazaré, em Caná da Galiléia, em Cafarnaúm, em Jerusalém: no Templo judeu, no Cenáculo em orações, na Via Dolorosa repleta de angustia e aflições e no Gólgota, aos pés da Cruz Preciosa, onde fomos todos redimidos perante o PAI ETERNO. Em toda parte o CORAÇÃO DA SANTA MÃE era o mesmo, confiante, piedoso, cheio de amor maternal. Mesmo não conhecendo o Mistério de Seu FILHO, envolvia o "CORAÇÃO DE JESUS" com o melhor carinho, com o calor de uma abrasadora ternura e a imensidão de uma puríssima dedicação. Verdadeiramente o CORAÇÃO DA MÃE sempre esteve unido ao "CORAÇÃO DO SEU DIVINO E MUITO QUERIDO FILHO JESUS". (Jo 19,25) (Lc 2,41-42.51)

No momento da Cruz, o CORAÇÃO DE MARIA recebe do "CORAÇÃO DE JESUS" a missão de ser também a MÃE auxiliadora de toda humanidade, de todas as gerações. (Jo 19,26-27)

Iluminados pelo ESPÍRITO SANTO, os apóstolos reunidos com NOSSA SENHORA no Cenáculo em Jerusalém, entenderam o Projeto Divino e o teor da missão de cada um. A MÃE DE DEUS com naturalidade e ternura assumiu a Maternidade Espiritual de todas as gerações. (At 1,14) (At 2,1-4)

No Céu, o IMACULADO CORAÇÃO DA SANTA MÃE continua a acompanhar o "SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS", deixando transparecer sua bondade sem limites e a desmedida grandeza de seu amor, favorecendo a todos aqueles que buscam a sua inefável e tão eficaz proteção.

Assim, nada mais natural que permanecendo unidos e juntos, os "DOIS SAGRADOS CORAÇÕES" , que tanto bem fizeram à humanidade e desejam fazer muito mais, tenham o espaço da Devoção Especial que lhes é dedicada.

Esta realidade convida a consciência de cada fiel a refletir e perceber a grandeza do Amor dos SAGRADOS CORAÇÕES por nós, independentemente do merecimento que não possuímos. A bondade e a misericórdia dos DOIS CORAÇÕES transborda em carinho e paciência, sempre abrandando os corações mais irrequietos e aparentemente indômitos, sobretudo porque os SAGRADOS CORAÇÕES ouvem o grito de angústia e sofrimento daqueles que necessitam de amparo, mesmo que eles nunca tenham dedicado a menor atenção sequer ao Amor de DEUS, um amor tão sagrado e infinito.

Por todas estas inumeráveis e evidentes palavras, ainda com o objetivo de ajudar as pessoas a encontrarem meios para estreitarem o relacionamento de amizade com os DOIS SAGRADOS CORAÇÕES,  oferecemos a Novena dedicada aos CORAÇÕES DE JESUS E MARIA, que deve ser rezada em todas oportunidades e primordialmente no inicio do mês de Junho em cada ano, como preparação para a Festa dos SAGRADOS CORAÇÕES, que é celebrada antes da primeira quinzena do mês de Junho e mais precisamente, na semana seguinte a Celebração do Corpo e Sangue do SENHOR (Corpus Christi). Dessa forma, na sexta-feira seguinte, o calendário litúrgico festivamente Celebra em Homenagem ao SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS e no sábado, em Homenagem ao IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA.

 

NOVENA

a) Oração Inicial para todos os nove dias:

Sacratíssimos CORAÇÕES DE JESUS E MARIA, a Vós me consagro, assim como toda a minha família, nossos olhos, nossas palavras e desejos, nosso corpo, tudo o que somos, que temos e amamos, o nosso próprio ser e toda a nossa vida; a Vós entregamos o nosso coração, nossa vontade e nossa alma, decididos a exercitar cristãmente as virtudes que recebemos do CRIADOR e praticar obedientemente os mandamentos e as determinações da Santa Igreja, com serenidade e convicção, sem nos envergonharmos de testemunhar nossa fé. Deixai-nos penetrar no mais íntimo dos Vossos SAGRADOS CORAÇÕES, porque queremos servir-Vos com um zelo mais fervoroso que nunca. Não permitam que Vos percamos de vista, nem que o nosso coração se volte para outro lado, envolvido pelas tentações e ciladas de Satanás. Só procuraremos os Vossos SAGRADOS CORAÇÕES e só desejamos a Vós. Ó Sacratíssimos CORAÇÕES DE JESUS E MARIA, por favor, aceitem esta humilde oferta de entrega, através deste modesto ato de Consagração. Nossa esperança é colocada em Vós, com a certeza de que jamais seremos confundidos.
Sacratíssimo CORAÇÃO DE JESUS tende misericórdia de nós.
IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA sede a nossa salvação.

b) Oração final para todos os nove dias:

Ó DEUS, que no CORAÇÃO DE VOSSO FILHO, ferido por nossos pecados, Vos dignais distribuir generosamente os infinitos tesouros do Vosso Amor. Rogamos que rendendo-LHE o preito de nossa devoção e piedade, consigamos cumprir dignamente para com ELE o dever de reparação e consolo filial.
IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA, esperança e refúgio daqueles que Vos ama, assisti-nos com Vossa maternal intercessão e alcançai-nos de DEUS, as graças que necessitamos, infundindo-nos amor e perseverança, para cumprirmos fielmente a nossa missão existencial. Amém.

"SAGRADOS CORAÇÕES DE JESUS E MARIA, FAZEI QUE VOS AME CADA VEZ MAIS".

c) Orações para cada dia da Novena:

Primeiro Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, repletos de carinho, ternura e infinito Amor, onde reina todas as perfeições e virtudes, destruí no interior de meu coração todas as imperfeições e desvios que impedem dele ser somente Vosso. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Segundo Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, inflamados de amor pela humanidade, porque é que as pessoas correspondem tão mal e só Vos tratam com críticas e desprezos? Eu também fui no passado um dos ingratos que não Vos sabia amar... Perdoai-me e tende compaixão de minhas culpas por Vossa infinita misericórdia e fortalecei minha vontade, a fim de que jamais me esqueça do Vosso incomensurável Amor. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Terceiro Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, sempre disponíveis para serem amados, eu mereço pelas minhas faltas viver privado da Vossa graça e atenção, mas vejo que apesar de minhas misérias e fraquezas, misericordiosamente continuas a olhar para mim, esperando a minha conversão e o retorno de meu amor. Fazei que muito Vos ame um pecador que muito Vos tem ofendido. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Quarto Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, dai-me tal horror ao pecado, que tenha medo de Vos ofender, até com as faltas consideradas mais leves, unicamente porque elas desgostam e causam espinhos de aflições em Vossos SAGRADOS CORAÇÕES. Concedei-me a graça de ter a coragem e a disposição de fugir, afastando-me de todas as ocasiões e das oportunidades de pecar, não ensejando chance as investidas do maligno. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Quinto Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, Vós que sempre são fieis no Amor e na Palavra, educai meu coração a ser fiel também, cumpridor dos deveres e obrigações, responsável no trato com as coisas pessoais, com aquelas da família e primordialmente com as coisas sagradas. Não permitam que uma posição destacada no trabalho ou na Igreja, transforme minha vida em vaidade e seja motivo de transgressão, rompendo minha fidelidade ao Vosso Amor. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Sexto Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, ensinai justiça ao meu espírito, para que jamais julgue mesmo tendo plena convicção, conscientes de que o CRIADOR fez tudo o que existe, e administra sabiamente as suas Obras. Dessa forma, cabe a ELE escolher o momento certo e adequado, para decidir como será a justiça ou o perdão. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Sétimo Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, fazei-me compreender a grandeza da fraternidade e procurar cultivá-la com o maior empenho, sem nunca perder de vista que somos todos irmãos em CRISTO, protegidos por uma MÃE maravilhosa e repleta de bondade, filhos do mesmo adorável PAI ETERNO, que permitiu nosso nascimento para a vida, dando-nos uma alma, preciosos dons e as virtudes, para sabermos olhar sempre na sua direção e seguir o caminho do modelo Divino. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Oitavo Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, não olhem para minha falta de caridade ou minha usura em não me dispor a servir, a separar um tempo das horas ociosas para dedicá-lo em benefício daqueles menos favorecidos, que se encontram em situação difícil pela falta de trabalho, ou por motivo de desavenças familiares, ou por causa de sérias doenças ou pelo luto em face da morte de um ente querido. Perdoai-me SAGRADOS CORAÇÕES e dai-me a compreensão certa, a fim de proceder como gostariam que eu fizesse em cada momento da minha existência. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

Nono Dia - Ó CORAÇÕES amáveis e sagrados, enchei o meu coração de fidelidade, justiça, zelo, fraternidade, caridade e abrasai-o com o fogo incandescente do Amor Divino, para que saiba conduzir-me dignamente no trabalho, na oração, no lar e no lazer, mantendo-me compenetrado no cumprimento exato dos deveres e buscando decididamente a santificação de minha alma, colocando DEUS em primeiro lugar no desempenho cotidiano, preferindo as coisas do Céu a tudo o que é mundano e transitório aqui na Terra. Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

"LOUVADOS SEJAM OS SAGRADOS CORAÇÕES DE JESUS E MARIA"

Finalizando estas informações oferecemos-lhe a música "CORAÇÃO DE JESUS", cantada por Roberto Carlos. Se tiver interesse em ouvi-la clique nas notas musicais em movimento.

Página Anterior

Retorna ao Índice