"UMA DERRADEIRA HISTÓRIA"

 

A experiência histórica de um membro do APOSTOLADO DOS SAGRADOS CORAÇÕES se impõe como exemplo admirável, e por isso mesmo, pelo direito inalienável de também podermos divulgar as coisas boas que acontecem, e com a única e sadia preocupação de evidenciar o imenso e precioso carinho da MÃE DE DEUS por todos os seus filhos, vamos realçar a seguir dois fatos verídicos que ocorreram, atestando de maneira evidente a preciosa intercessão de NOSSA SENHORA DA PENHA junto ao SENHOR, em benefício daqueles que clamam e buscam o seu incomensurável amor de MÃE.

Estamos no final do mês de Outubro de 1931 e o menino contava apenas onze meses de vida. Naquela pequena cidade do interior do Estado do Espírito Santo, onde vivia, alastrou-se uma epidemia de "bronquite capilar". Doença que hoje, com o recurso dos medicamentos e da medicina moderna, pode ser curada numa única semana, naquela época, não existia penicilina e outros remédios apropriados, e o tratamento era feito a base de "sulfa", que na maioria dos casos, não apresentava resultado satisfatório. Em consequência, acontecia o óbito. E foi assim que a vida de muitas crianças vítimas da abominável epidemia, foram ceifadas pela morte. Os pais daquele menino assustados e receosos, se empenhavam sem tréguas, junto aos médicos e enfermeiras, fazendo todas as tentativas possíveis e imagináveis, para salvar a criança. Mas o quadro da doença não regredia e a morte, cada dia, se tornava iminente. A mãe grávida de 4 meses se sentia angustiada pelo cruel estado da saúde do filho, e sofria com aquela situação, derramando lágrimas de dor. Todavia, mesmo esmagada pela aflição revelou em plenitude a grandeza da sua fé. Deslocou-se rapidamente até a Igreja e se prostrou diante do Altar Mor, onde estava a imagem de NOSSA SENHORA DA PENHA e na lateral, uma pequena imagem de Santa Teresinha do MENINO JESUS. Com as lágrimas inundando as suas faces fez uma promessa, suplicando a intercessão das Duas Queridas Santas junto a DEUS, para a cura do seu filho, prometendo a MÃE DE DEUS e a Santa Teresinha, que se elas conseguissem do SENHOR a cura da criança, colocaria na filha que ia nascer o nome de MARIA TERESINHA. E o milagre aconteceu! MARIA TERESINHA é o nome da sua irmã.

Também no mês Outubro, ano de 1957, mas 26 anos depois do fato descrito acima, o menino, agora homem, engenheiro chefe das obras numa Estrada Federal, trabalhava na construção da rodovia para o Governo Federal, a qual, por uma coincidência notável, também atravessa o mesmo Município onde com seus pais morou quando era criança. A Rodovia Federal passa aproximadamente a uma distância de 60 quilômetros da pequena cidade. Naquele dia, no seu trabalho, ele e seu motorista, pois os veículos oficiais tem os seus motoristas, terminado o almoço, seguiram no jipe oficial na continuidade da inspeção diária que fazia as obras, onde trabalhavam diversas firmas empreiteiras. Num aterro em curva, com uma bonita visão de uma grande várzea onde os proprietários faziam uma queimada preparando o solo para plantio, uma densa fumaça escura se formou, subiu e depositou ao longo daquele trecho da estrada em construção. O motorista que dirigia o veículo, embora vendo a densa fumaça, como era uma estrada em construção com pouco tráfego, imaginou não ser necessário diminuir a velocidade, pois trafegava a 60 quilômetros por hora. Entretanto, logo a sua frente, surgiu um grande caminhão do Governo, que também trabalhava no trecho, e vinha com razoável velocidade, naturalmente imaginando que ninguém passasse por ali naquele momento. Então aconteceu a inevitável colisão. Um choque terrível e brutal, de frente, que arremessou o engenheiro chefe das obras a uma distância de quase 30 metros, rolando pelo chão, e repetindo: "Minha Nossa Senhora! Minha Nossa Senhora! Minha Nossa Senhora"! De maneira impressionante parou de rolar a poucos centímetros do abismo incandescente, onde o fogo  subia ferozmente a encosta do aterro e começava lamber os seu óculos. O pessoal da obra correu para socorrer e ajudar. Alguém gritou apavorado: "Tem um morto ali perto do fogo!" E de fato, a morte teria sido imediata e inexorável, se a VIRGEM MÃE não tivesse intercedido e alcançado a graça misericordiosa de DEUS salvando a vida daquele homem. Cinquenta dias depois, ele estava totalmente curado e reassumiu a chefia dos serviços de construção da rodovia. (Costelas quebradas, crânio fraturado, escoriações e chagas generalizadas em seu corpo e principalmente no crânio, desapareceram pelo poder da graça de DEUS).

Estes dois fatos verídicos, querem sedimentar em seu coração uma realidade inquestionável, e que por isso mesmo, "nunca" pode e "nem deve" ser esquecida: "MARIA, a MÃE DE DEUS, é nossa MÃE. O próprio JESUS, o Seu Divino FILHO, nos últimos momentos da sua vida humana pregado na Cruz, no Gólgota, nos entregou como nossa MÃE, para interceder por nós, para nos ajudar e proteger na caminhada existencial e conseguir de DEUS as graças que necessitamos para cumprirmos dignamente a missão que ELE Mesmo nos confiou. Tenham a certeza, todos vocês, Ela como nossa verdadeira MÃE que é, "jamaaaais" abandona um de seus filhos que a procura em busca de carinho, de consolo, de auxílio, de sua eficaz intercessão junto a DEUS e do seu Divino perdão...

 

"CONVITE"

 

Este Site foi construído pelo APOSTOLADO DOS SAGRADOS CORAÇÕES. Clique aqui ou no endereço abaixo para visitar o nosso PORTAL. Nele encontrará uma apreciável quantidade de Sites sobre o CRIADOR, o ESPÍRITO SANTO, JESUS DE NAZARÉ, sobre NOSSA SENHORA, os ANJOS DO SENHOR e Sites que apresentam a Vida e Obra de diversos SANTOS. Todos eles fundamentados na Sagrada Escritura, na Tradição Cristã, na Vida e Obra dos Santos e nas Manifestações Sobrenaturais, com a intenção de somente informar a Verdade.

 

http://www.apostoladosagradoscoracoes.com/

 

"E-MAIL"

Desejando comunicar-se conosco, por favor clique na figura abaixo:

 

 

"FIRMAS DE BUSCAS"

 

    

 

Página Anterior

Retorna ao Índice